`` Estudando a verdade que liberta ´´

CATOLICISMO À LUZ DA BÍBLIA

12-11-2010 21:28

CATOLICISMO À LUZ DA BÍBLIA

 

OBJETIVO:

 

Capacitar os irmaos para avaliar o catolicismo a luz das Escrituras e

equipa-los com argumentos e motivacoes adequados visando esclarecer e

conduzir

Senhor.

“Toda a finalidade da doutrina e do ensinamento deve ser posta no Amor

que nao acaba. Com efeito, pode-se facilmente expor o que e preciso crer,

esperar ou fazer; mas sobretudo e preciso fazer sempre com que apareca o

Amor do Nosso Senhor, para que cada um compreenda que cada ato de

virtude perfeitamente cristao nao tem outra origem senao o Amor, e outro fim

senao o Amor“

“O saber ensoberbece, mas o

alguma coisa, com efeito, nao aprendeu ainda como convem saber.

alguem ama a Deus, esse e conhecido por ele.” (1Co 8.1c-3 - RA)

“Nisto conhecerao todos que sois meus discipulos: se tiverdes

aos outros.” (Jo 13.35)

 

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA:

 

João Paulo II, “Catecismo da Igreja Católica” (CIC)

 

“O Catecismo da Igreja Catolica e fruto de uma vastissima colaboracao:

foi elaborado em seis anos de intenso trabalho, conduzido num espirito de

atenta abertura e com apaixonado ardor. Em 1986, confiei a uma Comissao de

doze Cardeais e Bispos, presidida pelo senhor Cardeal Joseph Ratzinger

[agora Papa Bento XVI], o encargo de preparar um projeto para o catecismo

requerido pelos padres do Sinodo...“. (pag. 9)

 

Parte Págs. Declarações

 

Carta apostolica 3-6

Constituicao

apostolica

7-12

Prologo 13-18 1-25

I – Profissao de Fe 19-298 25-1065 Credo

II – A Celebracao do

Misterio Cristao

 

299-460

Missa

III – A Vida em Cristo

Dez Mandamentos

IV – A Oracao Crista

Pai Nosso

 

1

 

2

A edicao original em latim e de 1992.

 

1

 

Igreja Batista Cidade Universitária – Ministério de Educação Cristã

Catolicismo à Luz da Bíblia – Professor Guilherme Wood

 

N. Geisler & R. E. MacKenzie, “Roman Catholics and Evangelicals”

 

O livro e dividido em tres partes:

 

Concordâncias Diferenças Áreas de

Cooperação

Apêndices

 

1) Revelacao 9) Apocrifos 17) Acao Social A) Igreja Oriental

2) Deus 10) Escrituras 18) Metas

Educacionais

B) Contra-

Reforma

3) Seres

Humanos

11) Infalibilidade 19) Heranca

Espiritual

C) Catolicismo

Moderno / Liberal

4) Cristo 12) Justificacao 20) Evangelismo D) Vaticano II

5) Salvacao 13) Sacramentos E) Regeneracao

Batismal

6) A Igreja 14) Eclesiologia F) Declaracao

Colson-Neuhaus

7) Etica 15) Mariologia

8) Ultimas Coisas 16) Purgatorio

 

James G. McCarthy, “The Gospel According to Rome”

 

Estrutura do Livro:

Parte I: Salvacao

1) Justificacao Infantil

2) Justificacao do Adulto

3) Aumento e Preservacao da Justificacao

4) Rejustificacao

5) Destino Final

Parte II: A Missa

6) O Corpo de Cristo

7) O Sangue de Cristo

Parte III: Maria

8) A Mae de Deus

9) A Rainha de Ceu e Terra

Parte IV: Autoridade

10)O Papa e os Bispos

11)O Magisterio

12)Escrituras e Tradicao

Apendices

A) Justificacao Batismal Infantil

B) Os Sete Sacramentos Catolicos Romanos

C) A Biblia Catolica Romana

D) Referencias do Novo Testamento a respeito de Tradicao

E) Sola Scriptura

 

3

Differences”, Baker Books, Grand Rapids, Michigan, 1995, 538 paginas.

 

4

God”, Harvest House Publ., Eugene, Oregon, 1995, 397 paginas.

 

2

 

Igreja Batista Cidade Universitária – Ministério de Educação Cristã

Catolicismo à Luz da Bíblia – Professor Guilherme Wood

 

INTRODUÇÃO: A BÍBLIA

 

A Palavra “Católica”

 

A palavra “catolica” e derivada da uniao da preposicao κατά

 

(“segundo”, “conforme”)

4.18 ocorre o adverbio καθόλου,

Almeida; omitida na NVI)

chamadas de “catolicas”, pois foram enderecadas aos cristaos em geral, e nao

a uma Igreja local, ou pessoa, em particular

A expressao “Igreja Catolica” provavelmente se originou em oposicao a

igreja estabelecida pelo herege anti-semita Marcion, em Roma, na segunda

metade do sec. II. Marcion defendia que:

 

·

 

·

 

·

 

·

Para justificar sua doutrina rejeitou o Antigo Testamento e acusou os apostolos

de adulterar as palavras de Lucas e Paulo, os unicos, segundo ele, que

poderiam entender a mensagem de Cristo. Escolheu trechos do Evangelho de

Lucas e das cartas de Paulo para fundamentar sua doutrina.

Havia outros grupos hereticos, como os gnosticos, que estabeleciam

outros livros como base para sua doutrina. A resposta da Igreja foi estabelecer

o Canon das Escrituras, a lista de livros divinamente inspirados.

“Diante dos hereges, a Igreja do seculo II comecou a se dar o titulo de

‘catolica’..., porquanto pregava e ensinava o evangelho ‘segundo o todo’...; em

lugar de basear sua autoridade sobre tal ou qual apostolo, a igreja ‘segundo o

todo’ a basearia sobre ‘todos’ os ‘apostolos’.”

 

“Os cristaos veneram o Antigo Testamento como verdadeira Palavra de

Deus. A Igreja sempre rechacou vigorosamente a ideia de rejeitar o Antigo

Testamento sob o pretexto de que o Novo o teria feito caducar

(marcionismo)”.

 

5

1) abaixo de, por toda parte;

2) de acordo com, com respeito a, ao longo de.

 

6

1) tudo, inteiro, completamente

 

7

1) inteiramente, completamente

 

8

 

9

 

10

 

11

 

3

 

Igreja Batista Cidade Universitária – Ministério de Educação Cristã

Catolicismo à Luz da Bíblia – Professor Guilherme Wood

 

A Bíblia Católica – Os Apócrifos

 

O Novo Testamento e identico aquele utilizado pelas Igrejas

Evangelicas, exceto por variacoes de traducao / versao. E importante notar, no

entanto, que algumas palavras podem ter recebido um significado diverso do

original. Por exemplo, as palavras χάρις

 

(agapē,

palavra geralmente associada a “obras” (ver

Quanto ao Antigo Testamento, “e uma parte indispensavel da Sagrada

Escritura, [cujos] livros sao divinamente inspirados e conservam um valor

permanente, pois a Antiga Alianca nunca foi revogada”

A Biblia Catolica inclui no Antigo Testamento alguns livros e trechos que

nao pertencem a Biblia Hebraica, nem as versoes usadas pelos Evangelicos:

 

Históricos

 

Tobias

Judite

Ester (acrescimos: 10.4–16.24 – total: 107 versos)

 

I e II Macabeus

 

Poéticos

Eclesiastico (ou Siracida)

 

Proféticos

 

Baruc

Carta de Jeremias aos Cativos (Baruc 6)

Cantico de Azarias (Daniel 3.24-90)

Susana (Daniel 13)

Bel e o Dragao (Daniel 14)

Estes sao considerados Apocrifos, mas tambem chamados pelos

Catolicos de “Deuterocanonicos”. Nao existem manuscritos em Hebraico

destes textos, que foram incluidos no conjunto de copias em grego, conhecida

como Septuaginta. Jeronimo, ao traduzir as Escrituras para o latim, por volta do

ano 400 (versao conhecida como Vulgata), incluiu notas a respeito da ausencia

destes textos em Hebraico

Jeronimo nao aceitava a canonicidade dos Apocrifos, conforme

manifestou no Prologo dos Livros de Salomao:

Sirach liber, et alius ψευδεπιγραφοςqui Sapientia Salomonis inscribitur. Quorum

priorem et hebraicum repperi, non Ecclesiasticum ut apud Latinos, sed Parabolas...

Secundus apud Hebraeos nusquam est, quin et ipse stilus graecam eloquentiam

redolet... Sicut ergo Iudith et Tobi et Macchabeorum libros legit quidem Ecclesia, sed

inter canonicas scripturas non recipit, sic et haec duo volumina legat ad aedificationem

plebis, non ad auctoritatem ecclesiasticorum dogmatum confirmandam”.

 

12

 

13

 

14

 

15

 

http://www.thelatinlibrary.com/bible/prologi.shtml

livro do modelo de virtude (panaretos), Jesus, filho de Sirach, e outro falsamente atribuido

(pseudepigrafos), que e chamado Sabedoria de Salomao. O primeiro tambem encontrei em hebraico,

intitulado nao Ecclesiasticus, como entre os latinos, mas Parabolas,... O segundo nunca esteve entre os

hebreus, e o proprio estilo o remete a eloquencia grega... Portanto, da mesma forma que a Igreja tambem

le os livros de Judith, Tobias, e Macabeus, mas nao os recebe entre as Escrituras canonicas, assim

tambem se pode ler estes dois pergaminhos para o fortalecimento do povo, [mas] nao para confirmar a

autoridade de dogmas eclesiasticos”.

 

4

 

Igreja Batista Cidade Universitária – Ministério de Educação Cristã

Catolicismo à Luz da Bíblia – Professor Guilherme Wood

 

Receberam o termo “Deuterocanonicos” (“segundo Canon”), pois foram

incluidos somente no Concilio de Trento, em 1546, em resposta a Reforma

Protestante, para justificar alguns ensinos catolicos. Exemplos:

 

·

sacrificio expiatorio pelos que haviam morrido, a fim de que fossem

absolvidos de seu pecado”; justificando a doutrina do Purgatorio e a

pratica de oracoes pelos mortos

 

·

pratica esmola tera vida longa”.

O proprio autor de II Macabeus nao o trata como obra inspirada por

Deus (15.37c-38): “Por isso, aqui encerro minha narrativa. Se ficou boa e

literariamente agradavel, era o que eu queria. Se esta fraca e mediocre, e o

que fui capaz de fazer”.

Tobias e Judite apresentam discrepancias historicas e geograficas,

ressaltadas na Biblia de Jerusalem: “De acordo com Tobias, o velho Tobit

presenciou em sua juventude a divisao do reino por ocasiao da morte de

Salomao (em 931: Tb 1,4), foi deportado com a tribo de Neftali (em 734: Tb

1,5.10) e seu filho Tobias so veio a morrer apos a ruina de Ninive (em 612: Tb

14,15). O livro menciona Senaquerib como sucessor de Salmanansar (Tb

1,15), omitindo o reinado de Sargon. Entre Rages, situada na montanha, e

Ecbatana, na planicie, haveria nao mais de dois dias de caminhada (Tb 5,6),

embora Ecbatana esteja a uma altitude dois mil metros acima de Rages, e as

duas cidades estejam a uma distancia de trezentos quilometros”

“O livro de Judite manifesta uma soberba indiferenca pela historia e

geografia. O relato e situado no tempo de ‘Nabucodonosor, que reinou sobre os

assirios em Ninive’ (Jt 1,1); ora, ele foi rei de Babilonia, e Ninive fora destruida

por seu pai Nabopalassar”

 

16

 

17

 

18

 

5

 

Igreja Batista Cidade Universitária – Ministério de Educação Cristã

Catolicismo à Luz da Bíblia – Professor Guilherme Wood

 

Razões Apresentadas para Aceitar

os Apócrifos

 

Respostas

 

1) O NT reflete o pensamento dos Apocrifos e

ate se refere a eventos contidos neles (cf. Hb

11.35 com 2Mac 7,12).

2) O NT cita trechos do AT a partir da LXX

(que contem os Apocrifos) na maioria dos

casos, dando-lhes aprovacao tacita.

3) Alguns dos Pais da Igreja citaram e

usaram-nos como Escrituras em pregacoes.

4) Irineu, Tertuliano e Clemente de Alexandria

os aceitaram como canonicos.

5) Pinturas nas catacumbas retrataram

episodios dos Apocrifos, mostrando que era

parte da vida religiosa dos primeiros cristaos.

6) Os manuscritos gregos antigos ( א

A e B) os contem como parte do AT.

7) Varios Concilios da igreja os aceitaram:

Roma (382), Hipona (393) e Cartago (397).

8) A Igreja Ortodoxa oriental os aceita,

revelando nao ser apenas um dogma da ICR.

9) A ICR proclamou o Canon no Concilio de

Trento (1546) em conformidade com

Concilios anteriores a Reforma (item 7;

Florenca, 1442).

10) Foram incluidos na Biblia Protestante ate

o seculo XIX.

11) Alguns manuscritos em hebraico dos

Apocrifos foram encontrados em Qumran

(Mss. do Mar Morto), mostrando que eram

parte do Canon judaico.

 

Razões para aceitar o Cânon Protestante / Hebraico do AT

 

Deus

 

quais sao profeticos.

1) Filo de Alexandria (20 a.C. – 40 d.C.) fez varias citacoes de todos os

livros canonicos, mas jamais dos Apocrifos como inspirados.

2) Flavio Josefo (30 – 100) excluiu os Apocrifos: “Nao temos uma multidao

de livros entre nos, discordando e contradizendo entre si (como os

gregos tem), mas apenas 22, os quais sao cridos como divinos...”

3) Rabinos concordam que no tempo em que os Apocrifos foram escritos

as Profecias haviam cessado.

4) Jesus e os escritores do NT nunca os citaram como Escrituras.

5) O Sinedrio em Jamnia (ano 90) nao aceitou os Apocrifos no Canon

judaico.

 

19

 

20

 

21

organizados em 39 livros identicos na Biblia Protestante, devido a introducao de divisoes de livros, em

funcao do tamanho do texto. O Hebraico nao utiliza letras como vogais.

 

6

 

Igreja Batista Cidade Universitária – Ministério de Educação Cristã

Catolicismo à Luz da Bíblia – Professor Guilherme Wood

 

6) Os primeiros Concilios que aceitaram a canonicidade destes livros

ocorreram no seculo IV, com abrangencia local, e a maioria dos Pais da

Igreja os rejeitaram.

7) Muitos dos Pais da Igreja crista pregaram contra os Apocrifos, incluindo

Origenes, Cirilo de Alexandria, Atanasio e o tradutor da Biblia Catolica

Romana, Jeronimo.

8) Jeronimo os rejeitou no Prefacio da Vulgata.

 

9) Estudiosos catolicos durante o periodo da Reforma, como o cardeal

Cajetano (que fazia oposicao a Lutero), os rejeitaram.

10)Martinho Lutero, Joao Calvino e outros reformadores tambem os

rejeitaram.

 

A Igreja

Visão Incorreta Visão Correta

 

Determina o Descobre o

E Mae do

E Magistrado do E Ministro do

Regula o Reconhece o

E Juiz do E Testemunha do

E Mestre do E Servo do

 

Cânon

 

Conclusão

 

Os catolicos tem acesso a Palavra de Deus atraves de suas Biblias,

apesar do acrescimo dos Apocrifos, a respeito dos quais devem ser alertados,

 

com amor.

coloquial, contemporanea. As notas-de-rodape da Edicao Pastoral apresentam

uma perspectiva conforme a Teologia da Libertacao. A Biblia de Jerusalem

contem um texto muito bem traduzido, com boas notas-de-rodape e referencias

cruzadas.

 

PROGRAMA DO CURSO

 

1) Biblia

2) Autoridade e Interpretacao

3) Adoracao de Deus e de Suas Criaturas

4) Cristo e Maria

5) Salvacao e Santificacao

6) A Missa e o Culto – Os Sacramentos

7) Etica e Areas de Cooperacao

8) Escatologia e Purgatorio

 

7

 

i

igitur viginti duo elementa sunt, per quae scribimus hebraice omne quod loquimur,... quibus quasi litteris et

exordiis, in Dei doctrina,...

Primus apud eos liber vocatur Bresith, quem nos Genesim dicimus; secundus Hellesmoth, qui

Exodus appellatur; tertius Vaiecra, id est Leviticus; quartus Vaiedabber, quem Numeros vocamus; quintus

Addabarim, qui Deuteronomium praenotatur. Hii sunt quinque libri Mosi, quos proprie Thorath, id est

Legem appellant.

Secundum Prophetarum ordinem faciunt, et incipiunt ab Iesu filio Nave, qui apud eos Iosue Bennum

dicitur. Deinde subtexunt Sopthim, id est Iudicum librum; et in eundem conpingunt Ruth, quia in diebus

Iudicum facta narratur historia. Tertius sequitur Samuhel, quem nos Regnorum primum et secundum

dicimus. Quartus Malachim, id est Regum, qui tertio et quarto Regnorum volumine continetur; meliusque

multo est Malachim, id est Regum, quam Malachoth, id est Regnorum dicere, non enim multarum gentium

regna describit, sed unius israhelitici populi qui tribubus duodecim continetur. Quintus est Esaias, sextus

Hieremias, septimus Hiezecihel, octavus liber duodecim Prophetarum, qui apud illos vocatur Thareasra.

Tertius ordo αγιογραφα possidet, et primus liber incipit ab Iob, secundus a David, quem quinque

incisionibus et uno Psalmorum volumine conprehendunt. Tertius est Salomon, tres libros habens: Proverbia,

quae illi Parabolas, id est Masaloth appellant, et Ecclesiasten, id est Accoeleth, et Canticum canticorum,

quem titulo Sirassirim praenotant. Sextus est Danihel, septimus Dabreiamin, id est Verba dierum, quod

significantius χρονικον totius divinae historiae possumus appellare, qui liber apud nos Paralipomenon

primus et secundus scribitur; octavus Ezras, qui et ipse similiter apud Graecos et Latinos in duos libros

divisus est, nonus Hester.

Atque ita fiunt pariter veteris legis libri viginti duo, id est Mosi quinque, Prophetarum octo,

Agiograforum novem...

Hic prologus Scripturarum quasi galeatum principium omnibus libris, quos de hebraeo vertimus in

latinum, convenire potest, ut scire valeamus, quicquid extra hos est, inter apocrifa seponendum. Igitur

Sapientia, quae vulgo Salomonis inscribitur, et Iesu filii Sirach liber et Iudith et Tobias et Pastor non sunt in

canone. Macchabeorum primum librum hebraicum repperi, secundus graecus est, quod et ex ipsa frasin

probari potest...

 

INCIPIT PROLOGUS HIERONYMI IN LIBRO REGUM

visitado em 2/abril/2008: “Ha 22 letras entre os hebreus, assim como e testemunhado nas linguas dos Sirios e Caldeus...

Portanto, tal como ha vinte e dois elementos, para escrever em hebraico..., assim vinte e dois pergaminhos sao contados,

por cujas letras e escritos um homem justo e instruido na doutrina de Deus...

O primeiro livro e chamado Bresith entre eles, o que nos chamamos Genesis; o segundo, Hellesmoth, que e

chamado Exodo; o terceiro, Vaiecra, que e Levitico; Vaiedabber o quarto, o que nos chamamos Numeros; o quinto,

Addebarim, que e designada Deuteronomio. Esses sao os cinco livros de Moises, apropriadamente chamada Thorat, ou

seja, a Lei.

O segundo grupo e formado pelos profetas, e comeca com Jesus, filho de Nave, que e chamado entre eles

Joshua ben Nun. Entao eles acrescentam Sopthim, que e o livro dos Juizes; e que atribuem Ruth para o mesmo, porque

a historia narrada aconteceu nos dias dos Juizes. Samuel segue em terceiro lugar, o que nos chamamos Primeiro e

Segundo Reinos. Quarto e Malachim, que e Reis, que livro contem Terceiro e Quarto Reinos, e que e muito melhor

dizer Malachim, que e Reis, em vez de Malachoth, que e Reinos, porque nao descrevem os reinos de muitas nacoes,

mas apenas do povo Israelita que contem doze tribos. Quinto e Isaias, Jeremias sexto, setimo Ezequiel, o oitavo livro

dos Doze Profetas, que e chamado Thareasra entre eles.

O terceiro grupo e o Hagiographa, e comeca com Jo, o primeiro livro, o segundo por David, que tambem e um

livro de Salmos composto por cinco seccoes. O terceiro e Salomao, tendo tres livros: Proverbios, o que eles chamam de

Parabolas, que e Masaloth, e Eclesiastes, que e Accoeleth, e O Cantico dos Canticos, que denotam com o titulo

Sirassirim. Sexto e Daniel, setimo Dabreiamin, que e Palavras dos Dias, que podemos chamar mais claramente uma

cronica (do grego: χρονικον) de toda a historia divina, que e o livro escrito entre nos como Primeiro e Segundo

Paralipomenon [Cronicas]; oitavo e Ezra, que tambem e da mesma forma entre os gregos e latinos dividido em dois

livros [Esdras e Neemias]; nono e Esther.

E, portanto, ha tambem vinte e dois livros no Antigo Testamento, que sao cinco de Moises, oito dos profetas,

nove dos Hagiographa…

Este prologo para as Escrituras pode ser apropriado como uma introducao de todos os livros que nos vertemos

de hebraico em latim, portanto, podemos saber o que esta fora destes e separado junto aos Apocrifos. Portanto,

Sabedoria, que e normalmente atribuido a Salomao, e o livro de Jesus, filho de Sirach, e Judith e Tobias, e O Pastor nao

estao no canon. Tenho encontrado o Primeiro Livro do Macabeus em hebraico, (mas) o segundo e grego, o que tambem

pode ser comprovado pelos seus estilos…

AMOROSAMENTE os catolicos a um encontro pessoal com o1.amor edifica. 2 Se alguem julga saber3 Mas, seamor uns21066-1690 Sacramentos461-654 1691-2557 Bem-Aventuranca655-734 2558-2865 Oracao na Vida CristaCatecismo Romano, Prefacio, 10; citado em CIC [declaracao] 25.Joao Paulo II, “Catecismo da Igreja Catolica”, 9a edicao, Editora Vozes, Petropolis, 1998, 934 paginas.34Norman Geisler & Ralph E. MacKenzie, “Roman Catholics and Evangelicals: Agreements andJames G. McCarthy, “The Gospel According to Rome: Comparison Catholic Tradition and the Word of“kata”5, com o substantivo όλ̔ ος “holos” (“todo”)6. Em Atos“katholu” (“absolutamente” nas versoes de7. As epistolas de Tiago, Pedro, Joao e Judas sao8.9Jeova nao e o Pai de Jesus, mas um deus inferior, ciumento e arbitrario;Deus nao estabelece leis, mas nos convida a ama-lo;Jesus nao nasceu de Maria, mas apareceu adulto no reinado de Tiberio;nao havera julgamento, pois o Pai perdoa todos.1011Lexico de Strong, item 2596, na Biblia On Line 3.0:Lexico de Strong, item 3650, na Biblia On Line 3.0:Lexico de Strong, item 2527, na Biblia On Line 3.0:Dicionario Easton, item 739, na Biblia On Line 3.0.Gonzalez, J., “Uma Historia Ilustrada do Cristianismo”, v. 1, Ed. Vida Nova, pags. 98-100.Idem, pags. 107-108.CIC 123.(charis; “graca”; 2Co 8.6,8) e αγαπη“amor”; 1Co 13.1-4,8,13; 1Tm 1.14) sao traduzidas como “caridade”,Ef 2.8-10).12.13Sabedoria14.“Fertur et παναρετοςIesu filii15CIC 121.Omitidos na Edicao Pastoral, da Sociedade Biblica Catolica Internacional / Editora Paulus.Estas notas estao presentes em trechos da Biblia Versao Claretiana, da Editora Ave Maria.INCIPIT PROLOGUS HIERONYMI IN LIBRIS SALOMONIS, em, visitado em 1o/abril/2008: “Tambem incluido esta oII Macabeus 12.46: “Eis por que ele [Judas Macabeu] mandou oferecer16.Tobias 12.9: “A esmola livra da morte e purifica de todo pecado. Quem17.18.CIC 1030-1032.Biblia de Jerusalem, editora Paulus, 2002, pags. 661-662.Idem, pag. 662.19aleph”,20determinou a canonicidade por profecia; Seu povo descobre21.Adaptado de Geisler & MacKenzie, pags. 159-165.Idem, pags. 166-175.Citacao de “Antiguidades dos Judeus”, “Contra Apion”, 1.8. Os 22 livros da Biblia Hebraica estaoiA versao Ave Maria (Claretiana) usa uma linguagem mais“Viginti et duas esse litteras apud Hebraeos, Syrorum quoque et Chaldeorum lingua testatur;... Quomodo, em http://www.thelatinlibrary.com/bible/prologi.shtml,

Contacto

Escola Bíblica Gideões

ebdominical@bol.com.br

Assembléia de Deus Madureira - São José dos Campos -SP Bairro :Bosque dos Eucaliptos Rua: Jales, n.º 216 Cep.12233-680

Procurar no site

Bem vindo à sala de aula virtual dedicada a aprofundar o conhecimento Bíblico.Sou Cristão membro da Assembléia de Deus. Meu prazer e dever é dar aula na Escola Bíblica Dominical de minha Igreja onde sou Professor atualmente.Espero que este site seja importante para nosso crescimento em Cristo no intuito de pregar a palavra da verdade a toda criatura.Entre em contato por email ou comentário para tirar dúvidas.Está desde agora convidado a nos fazer uma visita em nossa EBD. Que a Paz do Senhor Jesus esteja conosco.

© 2010 Todos os direitos reservados.

Crie o seu site grátisWebnode